Blitz & Empório Veganza Rio

Empório Veganza Rio de Janeiro: Rua Aníbal de Mendonça, 111 – Ipanema . Tel.: (21) 3085-0174

Ser um blitzlover também é amar uma vida com mais qualidade e, por isso, todos os nossos parceiros também representam isso.  Para a  inauguração da Blitz Bike Shop de Ipanema , por exemplo, contamos com o apoio luxuoso do Emporio Veganza Rio,   a unidade carioca de uma rede  de  empórios veganos  que oferece produtos  orgânicos,  sem lactose,  sem glúten,  sem conservantes e sobretudo: livres de origem animal!

Quando for visitar nossa  Blitz Bike Shop de Ipanema, na Rua Aníbal de Mendonça, vale atravessar a rua para conhecer os produtos diferenciados do Veganza, como as granolas Good Karma,  veganas,  crocantes  e deliciosas ;  isso sem  falar  dos  incríveis doces e  dos salgadinhos veganos cheios de sabor e gostosura servidos na hora, os mesmos que fizeram o maior sucesso na nossa festa #amamos

A variedade nas prateleiras do Emporio Veganza  é  grande:  molhos,  massas,  biscoitos, snacks, produtos congelados, resfriados,  suplementos para os esportistas, e até produtos de higiene e de limpeza.

 

Além do Rio, a rede do Emporio Veganza já chegou em Vitória-ES ; Linhares-ES; Vila Velha-ESSão Paulo-SP; Belo Horizonte-MG; Salvador-BA e , em breve, chegará a Porto Alegre-RS!

 

Blitz Bike Shop Ipanema: A festa!

A frente da nossa Bike Shop Ipanema, na Anibal de Mendonça, 108 lj B, virou um bar dos bons!

O que dizer da festinha de inauguração da nova Blitz Bike Shop Ipanema? Foi tudo de bom, arrasou; foi irada, massa, bapho; uma farra, um reggae dos bons; foi da hora, foi mara. Pouco importa, porque foi tudo isso. Uma festa com astral alto, gente do bem, som gostoso com o DJ Rodrigo Rodriguez, cerveja gelada, petiscos deliciosos, noite fresca, cenário perfeito! Quem chegou lá sabe que é verdade. Foi bom demais!

Philippe Novello, como gostamos de dizer nas internas : feliz que nem pinto no lixo!

Nosso boss Philippe Novello, esse libriano com jeito tranquilinho, mas corajoso o suficiente para expandir sua marca, enquanto a maioria quer encolher nesse nosso país, era pura alegria e esse foi o tom da noite. Todo mundo deslizando aqui e ali, batendo papo, rindo, bebericando, se divertindo. A cara do Rio, a cara da Blitz!

Agradecimentos especiais aos nossos apoiadores, responsáveis também pelo sucesso dessa noite bacana:  Wöllner;  Rádio Ibiza; Empório Veganza,  Juçaí Orgânico e Cerveja Praya!

E um beijão especial também em nossos embaixadores que compareceram em peso física e virtualmente (João Daniel Edde postou e mandou boas energias de Bali onde treina e grava novidades no kitesurt). Valeu Cynthia Howlett,  Doug Clayton;  Renata Diehl e super valeu também a presença do nosso mega querido Pedro Cury,  o fotógrafo da nossa Campanha 2017, que saiu pela primeira vez de casa (após um longo período de molho por causa de um grave acidente de bike) para nos prestigiar. Amamos, você é o cara!

Minduim , um fotógrafo incrível e um carioca das melhores gemas, foi curtir com a gente!

Obrigada a todos os amigos e clientes que prestigiaram nossa festa. Até a próxima! \o/

A​ Prancha ELLA & A Blitz!

Sinergia das boas: Marzão, prancha Ella, a surfista Renata Diehl e a bike Blitz Mistral! #parceria10

As pranchas da Coleção Ella da Art in Surf ganharam destaque na campanha das Bicicletas Blitz ao lado da Beach Mistral​, a bike preferida pelos praianos e que​, por isso mesmo,​ pode ser adquirida na Art in Surf de Búzios!

A surfista, yogini e biker Renata Diehl​​, ​que se movimenta pelo Rio a bordo de uma Blitz Mistral (e ama), ​após a sessão de fotos ​também ​declarou todo o seu amor pela Round the House, um dos três modelos Ella criados pelo artista plástico Peu Mello​ .

A Coleção Ella é um dos maiores hits entre as pranchas criadas pela Art in Surf! #curtimos

O trio de shapes da Ella fo​i desenvolvido para todo tipo de onda do nosso litoral. A Round the House é uma prancha híbrida, ​vai bem em ondas tubulares ​e em ondas cheias, proporciona uma ótima remada e muita velocidade. A Fish & Ships funciona em todo tipo de mar​,​ mas sua especialidade são as ondas mais cheias​. A Air Square é a mais radical da coleção, a rabeta cortada gera muita explosão e uma quebra de linha muito grande, ideal para os beach breaks do Brasil. Bora bikear e surfar?

A Blitz na China International Bicycle Fair!

Daniel Sztokman e Philippe Novello na SHANGHAI International Outdoor Cycling Products Fair

A Blitz está, literalmente, do outro lado do mundo! Nossos diretores Philippe Novello e Daniel Sztokman levaram  o marcante design e o estilo único das nossas bicicletas urbanas para  The 27th China International Bicycle Fair, no segmento SHANGHAI International Outdoor Cycling Products Fair 2017!

O projeto do stand é da arquiteta Carla Aveline e o painel é criação da designer Daniela Cacciola.

O evento começou oficialmente no último sábado, dia 06, e terminará amanhã, dia 08 de maio, mas os preparativos para montar nosso stand  inspirado no lifestyle do Rio de Janeiro, berço da Blitz, começaram meses antes. Valeu, ficou tudo lindo e fiel ao projeto!

Colaboradoras cedidas pelos fabricantes para apoiarem a comunicação e os negócios em chines!

Com 30 anos de mercado, a Sodibike, importadora, distribuidora e detentora da BLITZ, quer expandir e estender a a representação da marca para outros países. Por sua importância no mercado mundial de bicicletas, a SHANGHAI International Outdoor Cycling Products Fair 2017 é uma excelente vitrine para mostrar nosso expertise  em bikes urbanas e alcançar esse objetivo.

Philippe Novello e Daniel Sztokman ao lado do grande parceiro Mario Moreira, da Naxo.

As bikes Blitz são comercializadas em cerca de 300 pontos de vendas nas principais capitais brasileiras e são distribuída na Europa, via França, mas também queremos levar nosso compromisso com a mobilidade urbana para outras fronteiras. #vadeblitz

Philippe e Daniel Sztokman ao lado do montador chinês do nosso stand. O cara mandou bem!

Tem Blitz no Samba da Gabi!

Gabi com a sua companheira de todas as horas, uma Blitz Dobrável vermelha que ela ama!

Se você está no Rio de Janeiro, é um bom sujeito e não é ruim da cabeça e nem doente do pé, você gosta de samba e também gosta de bike! Então a pedida para os próximos domingos, a partir de hoje, é dar uma pedalada até a Lagoa Rodrigo de Freitas para ver a bossa carioca do “Samba da Gabi” e, de quebra, concorrer a uma Blitz Dobrável City Rosa!

Você pode ganhar essa Blitz Dobrável City Rosa! A promo é no Instagram @gabrielapasche

A Gabi é a Gabriela Pasche, uma talentosa cantora de samba da nova geração que arrasta uma galera animada em todos os lugares em que se apresenta. Não à toa já foi eleita musa dos blocos do Rio (Canta no Bloco Pra Iaia) e cantou com ícones do samba carioca como Diogo Nogueira, Roberta Sá e Martnália, entre outros. Conheça o som da Gabi no disco “Sorte Danada” no Youtube!

Gabriela Pasche agitando a galera no seu “Samba da Gabi”. Programinha carioca dos bons!A Blitz se encantou com a Gabi, porque além de talentosa, bonita e carismática, ela é uma defensora da mobilidade urbana sustentável e se movimenta de um lado para o outro na cidade a bordo de uma Blitz Dobrável vermelha. Amamos o som, amamos a postura e estamos juntos nessa. Vem pro Samba da Gabi você também e concorra a uma Blitz Dobrável City!

Samba da Gabi. Shows aos domingos, dias 7,14, 21 e 28 de maio. Bamboo Green, Quiosque 8, ao lado do Heliponto e do Parque dos Patins. Lagoa Rodrigo de Freitas. Rio de Janeiro.RJ

Entrada (somente em dinheiro) : R$ 25 – valor integral – R$ 15 – lista amiga até às 16h – R$ 20 – lista amiga após às 16h – Dose dupla de chopp de 15h às 16h. No dia 07, ainda rola o Fla x Flu na TV. Mais carioca impossível!

Bicicletas Blitz & Renata Diehl

renata-diehl-bicicletas-blitz
Foto: Doug Clayton

Renata Diehl é a primeira embaixadora Blitz de 2017, escolhida por seu estilo praiano, esportivo, saudável, descontraído e cheio de lazer de qualidade na vida. Apaixonada por movimento e natureza, essa designer de estampas nascida em Porto Alegre encontrou no Rio o melhor cenário para a sua maneira de viver. Sorte nossa!

– Viver no Rio é pisar na areia, molhar os pés, poder surfar ou simplesmente dar um mergulho, ver o sol nascer na praia, sentir o vento no rosto ao pedalar pela orla e ver o sol se por atrás dos dois irmãos… amo muito, define Renata que é biker, surfista e yogini nas horas vagas.

renata-bicicletas-blitz-praianas
Rio, praia, yoga, bike Blitz, movimento e estampas que representam uma maneira positiva de ver a vida.

Aos 14 anos, Renata achava incrível assistir os surfistas deslizando nas ondas e, ainda adolescente, decidiu aprender pra valer. Aos 18 anos, o surf já fazia parte de todos os seus fins de semana e, como extensão da vida mais natural que encontrou nesse esporte, virou uma biker praiana e conheceu o yoga, filosofia e ciência de vida que a acompanha há quase 12 anos.

Aos 19,  foi morar na Austrália, onde dividiu seus  dias entre um curso de inglês e surf. Na volta ao Brasil, ficou mais difícil se contentar em surfar apenas nos fins de semana e só depois de encarar uma estrada para o litoral do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Mas o novo foco da faculdade de design gráfico ­ –  e a paixão descoberta em criar estampas  – a ajudou a segurar (literalmente) a onda.

renata-diehl-bike-blitz-beach-mistral
As incríveis estampas de Renata Diehl são o retrato do seu lifestyle leve, cheio de harmonia e natureza.

Depois de formada, Renata Diehl considerou as oportunidades no mercado de estamparia do Rio de Janeiro e uma antiga atração pelo lifestyle carioca ajudaram a firmar sua decisão de se mudar para a cidade.

Renata cariocou! Hoje sua rotina começa bem cedo com surf. Nos dias sem onda, ela curte pegar a sua bike Blitz Beach Cruiser Mistral e ir pedalando pela orla olhando o mar até a escola de yoga onde se dedica a aprender profissionalmente a pratica. Na volta pra casa, onde trabalha via home office, às vezes acontece um mergulho. Aí ela está pronta para criar.

DCIM100GOPROG0091274.JPG
Renata Diehl bikeando de Blitz Mistral pela orla carioca, um dos seus programas preferidos na cidade.

Foto: Doug Clayton

 

 

Trilha Parque da Tijuca & MTB Blitz

Por J.D Edde

J.D Edde - MTB-Blitz
J.D Edde: Atleta de Kitesurf e integrante do Kite Extremo do Canal Off testou e aprovou a MTB Blitz!

As inúmeras cachoeiras, as crianças brincando, os sons da natureza e o ambiente bucólico podem enganar, mas o Parque Nacional da Tijuca, ainda assim, é uma das mecas do Mountain Bike e outros esportes de aventura no Rio de Janeiro.

Localizado no coração da cidade Maravilhosa, com acesso por diferentes lugares, o Parque possui duas trilhas liberadas para a prática do Mountain Bike, chamadas de Lagartixa e Vale do São Miguel.

4537150
Parque Nacional da Tijuca: beleza e trilhas iradas para MTB!

As trilhas ficam mais próximas ao portão principal, que também permite a entrada de carros, situado no Alto da Boa vista. De lá, o biker encara algumas subidas, tanto pelo asfalto quanto pela terra batida, ótimas para melhorar o preparo e aquecer o corpo para as descidas.

Mais técnica e longa, a trilha da Lagartixa desafia até os bikers mais experientes. Repleta de degraus e raízes, a descida exige muita atenção, mas também proporciona bastante diversão e uma bela descarga de adrenalina.

WP_20141111_064_zps080ae72d
Saída da Trilha da Lagartixa – Parque Nacional da Tijuca – RJ

Ideal para quem ainda está nos primeiros passos no MTB, a Trilha Vale do São Miguel é diversão garantida. A descida bem definida, com um número menor de obstáculos permite uma fluência maior ao biker, sendo um excelente incentivo para quem quer se aprimorar na modalidade.

Peça seu mapa na entrada do Parque, prepare a sua Mountain Bike BLITZ e bom pedal!

Blitz & Art in Surf

art in surfPraticar esportes, optar por uma vida esportiva, tem a ver com um estilo de vida que inclui amor pela natureza, gosto pela amplidão de estar ao ar livre, necessidade de estar em movimento, de ir muito além das limitações do dia a dia. O surf e o ciclismo compartilham essa conexão e não à toa a nossa bike Beach Cruiser Mistral é super curtida por surfistas.

logo-275x114

A sinergia entre essas práticas esportivas inspirou uma parceria das boas entre a Blitz e a Art in Surf, essa marca irada que virou um movimento dedicado a enriquecer a identidade do surf! A bicicleta Blitz Beach Cruise Mistral agora faz parte do cenário da loja Art in Surf Búzios e pode ser adquirida por lá também!

IMG-20170130-WA0009

Art in Surf Búzios – Av. José Bento Ribeiro, 2900 – lojabuzios@artinsurf.com.br – (22) 2623-4574

O que a França fez para ter 80% mais pessoas pedalando

201220150706092928fietsexursie-Parijs

Durante seis meses do ano de 2014, o governo francês pagou 25 centavos de euro por quilômetro percorrido por trabalhadores de 18 empresas e organizações que utilizaram a bicicleta como transporte para ir ao trabalho. No universo de oito mil funcionários empregados nessas 18 instituições, a porcentagem de uso da bicicleta subiu de 2% para 3,6% das viagens. Ou seja, um aumento de 80%! Outro dado interessante: enquanto a média de deslocamento em bicicleta é de 3,4 km na França, a média no experimento foi de 5 km.

Como proteger sua bike contra roubo

201220150617075713segurança

Nunca se falou tanto em bicicletas no mundo todo. Basta ligar a televisão, folhear revistas, jornais ou dar uma volta pela cidade e você vai perceber, as bicicletas estão por toda parte! O que há tempos era considerado apenas um “brinquedo”, hoje se tornou umas das mais cobiçadas maneiras de se deslocar pela cidade, lazer ou para a prática esportiva. São tantos os benefícios que é praticamente impossível não querer pedalar. Quem já experimentou sabe, isso vicia! Isso é ótimo, quanto mais gente pedalando, melhor. Mas é aí que mora o perigo. Com o tempo, as bicicletas foram evoluindo e se transformaram não somente em máquinas super eficientes, mas em verdadeiros objetos de desejo.

Desejo não só seu, que pretende investir num bom equipamento, mas também dos criminosos que todos os dias se aproveitam da falta de segurança nas ruas, nas trilhas e estradas.

Hoje, é possível encontrar bicicletas de várias marcas e modelos mais simples com preços que variam entre R$ 350 até as que possuem tecnologia tão avançada quanto a de um carro de Fórmula 1, podendo chegar a R$ 35 mil. Independente do valor de mercado da sua bicicleta, se você a usa, ficar sem ela certamente irá lhe fazer falta.

A Secretaria Nacional de Segurança Pública não tem estatísticas atualizadas sobre furtos ou roubos de bicicletas, mas quem acompanha as notícias nos jornais, revistas e internet, sabe que o número de roubos e furtos aumentou muito nos últimos tempos. Só na Cidade Universitária de São Paulo-USP, um dos únicos lugares adequados para a prática esportiva, houveram quase 20 casos de roubos de bicicleta à mão armada só no mês de janeiro.

Não se trata de um fato isolado. Estamos passando por um surto de roubos de bicicletas em todas as cidades brasileiras, com maior incidência em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Ribeirão Preto e Recife. As tentativas de assalto têm acontecido dentro da cidade, nas estradas e inclusive nas trilhas. Justamente por isso, reunimos algumas dicas que podem ajudá-lo a preservar o seu querido patrimônio.

Por que fazer seguro da sua bicicleta?

A Estar Seguro, que administra hoje mais de cinco mil apólices, foi pioneira, há nove anos, no seguro para bicicletas no Brasil. Para Luiz Fernando Giovannini, idealizador do produto, o seguro traz para o ciclista uma tranquilidade extra.

“Quem teve a sua bike roubada provavelmente não compraria outra no mesmo valor que tinha antes, ou pode até abandonar o esporte. O papel do seguro neste momento é fundamental. Quando o cliente vai a uma loja comprar uma bike, e vê a possibilidade de colocá-la no seguro, ele automaticamente pensa na probabilidade de comprar um equipamento melhor, porque sabe que vai ter a garantia do seguro”.

Fazer o seguro é fácil. O cliente deve apresentar uma nota fiscal comprovando valor igual ou maior que R$ 1,5 mil, preencher um rápido cadastro, efetuar o pagamento no valor proporcional a 5% do valor da bicicleta por ano e pronto.

Em caso de sinistro, você deve fazer um boletim de ocorrência e após acionar o seguro recebe em poucos dias o valor da sua apólice descontados os R$ 400 referentes à franquia.

O número de apólices cadastradas para esse tipo de seguro cresceu 100% entre 2011 e 2012, e de 2012 para 2013 o número de clientes assegurados chegou a 300%.

Importante dizer que: nenhum seguro cobre bikes desprotegidas, ou seja, sem a presença do seu proprietário. Se você deixar a sua bike presa no poste ou esqueceu no parque e a levaram, infelizmente, você dançou, tome cuidado.

Na cidade

Pedalar na cidade requer uma série de cuidados. O ciclista geralmente presta atenção no deslocamento e costuma não perceber que está sendo avaliado por olhos atentos, ou seja, tem que ficar esperto sempre. Um vacilo e diga adeus a sua magrela. Claro que não vamos generalizar, ainda existem lugares seguros para pedalar, mas tomar um pouco mais de cuidado não faz mal a ninguém. Por exemplo:

– Antes de sair de casa procure estudar o local de destino, planeje o percurso e o que precisa levar para não ficar na mão.

– Durante o pedal, procure não se distrair. Falar ao celular e pedalar ao mesmo tempo o torna uma vítima fácil.

– Quando não estiver em movimento, procure observar o que acontece ao seu redor, evite o fator surpresa.

– Procure um lugar seguro para prender sua bike, de preferência um local visível que possa usar uma boa trava, cadeado ou corrente.

– Não se esqueça de retirar os acessórios, eles são os itens preferidos dos oportunistas. Por exemplo: ciclocomputador, selim com blocagem, GPS, luzes, bolsa de selim, caramanhola, alforje etc.

– Nunca abandone a bicicleta sem trava nenhuma. Sua bike pode ser facilmente furtada enquanto você vai só até ali e já volta. Mesmo que seja algo rápido, leve sempre sua trava e use-a.

– Evite chamar a atenção se você tem uma bicicleta bacana. Procure disfarçá-la cobrindo a marca e detalhes chamativos com adesivos ou com câmaras de ar.

– Pedalar sozinho também é bom, mas, quanto mais gente estiver com você, mais seguro será o pedal.

– Ao estacionar, tenha o costume de deixar a bicicleta na marcha mais pesada. Em caso de furto, o meliante vai ter dificuldades na fuga.

– Preste atenção no que ela ficará presa e como irá prendê-la durante sua ausência.

Veja na ilustração abaixo como fixar corretamente a sua magrela.

segurança-5